Putin e Trump unidos para derrotar Estado Islâmico na Síria

O Presidente norte-americano, Donald Trump, e o seu homólogo russo, Vladimir Putin, acordaram hoje em derrotar o Estado Islâmico e destacaram que não há “nenhuma solução militar” para a guerra da Síria, adiantou o Kremlin. No comunicado, pode ler-se que Trump e Putin confirmaram a sua “determinação em derrotar o Estado Islâmico”, de acordo com o ‘site’ do Kremlin, que cita uma declaração conjunta entre os dois chefes de Estado.

Os governantes assinaram uma declaração na qual expressaram a “sua satisfação e esforços para evitar incidentes perigosos entre militares russos e norte-americanos, que permitiram aumentar as baixas no Estado Islâmico nos campos de batalha nos últimos meses”.

 Vladimir Putin e Donald Trump salientaram que “estes esforços vão continuar até à derrota definitiva do Estado Islâmico”.

De acordo com Moscovo, a declaração foi aprovada à margem Fórum de Cooperação Económica da Ásia-Pacífico (APEC), que decorre no Vietname. Do lado de Washington, não chegou ainda nenhuma confirmação oficial sobre esta reunião.

Certo é que os dois chefes de Estado já se cruzaram na cimeira asiática, tendo posado na sexta-feira para uma fotografia de família lado a lado e trocado algumas palavras na ocasião. Os seus ministros dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov e Rex Tillerson, também se reuniram nesse mesmo dia, de acordo com informação dada por uma fonte russa à agência de notícias de Moscovo, Interfax.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *