CTA vai abdicar do financiamento do Governo

 

A Confederação das Associações económicas de Moçambique (CTA) anunciou hoje que vai abdicar-se do financiamento do Governo no valor de 75 milhões de meticais a partir do próximo ano.

O anunciou da abdicação deste financiamento foi feito pelo vice-presidente do conselho directivo, Castigo Nhamane, que explicou, na ocasião, tratar-se de uma medida unilateral tomada pela CTA, atendendo a situação macroeconómica desfavorável que o País atravessa.

"A  CTA abdica-se  do apoio financeiro proveniente do Governo no âmbito do contrato-programa, contudo, continuará a promover actividades de sensibilização dos empresários ao pagamento de impostos", frisou.

O contrato-programa em curso entre a CTA e o governo de onde saia o financiamento ora abdicado pela CTA, termina em Dezembro próximo, mas  a CTA propôs ao Governo a renovação do contrato-programa sem incluir apoio financeiro deste.

"A CTA está a desenvolver actividades com os operadores informais para sua formalização e, assim, contribuindo para maior mobilização da receita. A isto adiciona-se o trabalho em curso com a Autoridade Tributária sobre as despesas não documentadas, onde estuda-se a forma de assegurar a cobrança da receita, sem importunar as ligações comerciais entre os comerciantes com os pequenos produtores agrários" disse.

 Questionado sobre o posicionamento tomado, há dias, pelo seu presidente, a organização  mantém  o posicionamento  de que deve haver uma reflexão seria sobre  reformas profundas que a serem  tomadas pelo actual Executivo na  contenção da despensa  e ajustamentos a economia, porque qualquer risco daí proveniente pode vai afectar as empresas.

Recorde-se que a CTA  sugeriu ao Governo o congelamento  do 13̊ salário, o aumento salarial, as promoções e mudanças de carreira no  aparelho do Estado, o alargamento da base tributária entre outras medidas de austeridade, como forma de neutralizar o crescimento da despesa de funcionamento. Elísio Muchanga

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *